O adorador e a sua capacidade de frustração

E é sobre isto que eu gostaria de mostrar a você, sobre essa capacidade que tem faltado em muitos dos verdadeiros adoradores, e o que seria isso?
A capacidade de frustração não diz respeito à capacidade de frustrar-se, mais sim de ter a capacidade de suportar uma frustração.

E pra nos trazer um exemplo bíblico vamos ver um personagem que já conhecemos e que teve que adquirir essa capacidade. Gostaria de falar de Davi.

Podemos dizer que Davi teve no decorrer da sua vida muitos momentos traumáticos, que se iniciaram quando Deus resolve ungir a Davi como rei de Israel. Imagine você essa cena, Davi entra em sua casa e se encontra com Samuel a autoridade mais respeitada em Israel, que sem dizer palavra alguma derrama aproximadamente de 10 a 15 litros de azeite em Davi e o declara rei de Israel. Então Davi começa sua desilusão; primeiro porque humanamente não era possível isso acontecer porque para que ele chegasse a ser rei tinha que estar na linhagem de um rei, segundo porque para que ele chegasse a ser rei sem estar na família real, Saul teria que renunciar, que isso humanamente também era impossível, mas tudo isso era o processo de ingresso de Davi na gloriosa escola de Deus, e que Deus estava desenvolvendo nele a capacidade de frustração.

Então começa a caminhada de Davi, e no próximo episódio de sua vida Davi é incumbido a levar suprimento aos seus irmãos, em plena guerra então Davi é confrontado por seu irmão mais velho.Todo adorador quando adquiri a capacidade de frustração tem que saber que quando Deus nos coloca no lugar onde Ele criará a oportunidade de cumprir os planos dele, sempre se levantará oposições.

Veja que coisa interessante, em uma situação onde Israel estava totalmente vencida, aparece Davi e faz aquilo que Saul deveria ter feito, lutar contra Golias, então Davi faz sua primeira função como rei, lutar pelo povo.

Saul sempre fugiu da vontade de Deus, quando Deus incumbe a Saul de uma missão, ele simplesmente faz aquilo que lhe parecia melhor. Depois que Saul desobedeceu à vontade de Deus ele foi se encontrar com Samuel, e no caminho Saul passa pela árvore onde anteriormente Débora julgava, e foi lá que ela fez fugir a todo um exército, agora quando Saul passou por essa árvore ele não meditou que Baraque disse a Débora que somente ia sair para guerra se ela fosse com ele, porque ela era a segurança que Deus estaria com eles. Se Saul tivesse meditado nisso, ele saberia que Deus estaria com ele no dia que Golias apareceu. Temos que aprender que demonstramos que não cremos em Deus quando ele nos diz algo e não fazemos. Este era o problema de Saul, ele queria acrescentar a vontade de Deus a sua própria vontade.

A diferença de Davi e Saul era que Saul havia sido ungido como príncipe de Israel, Davi foi ungido como rei.

Veja a situação:
Golias tinha mais de 3 metros de altura por isso Saul tentava fazer Davi enxergar que á vontade de Deus não era a perfeita para ele, e que ele não poderia vencer a Golias.

Então Davi se declara ao rei com essas palavras “seu servo e pastor” ele não tinha noção que essas palavras seriam a base para seu reinado, porque em seu reinado ele não foi rei, e sim pastor de seu povo, tomando decisões que não machucavam ao povo.

Davi sempre passou por situações de conflitos, passou entre 16 a 18 anos fugindo de uma unção que não pediu. Nesse dia que ele lutou contra Golias, mesmo sem saber ele assumiu sua posição como rei tanto no reino espiritual, como no natural, porque como adorador ele colocou sua vida em risco por Deus e por seu povo.

É interessante notar que a maior virtude de Golias (sua altura) se tornou sua maior debilidade. O escudeiro de Golias não podia alcançar e nem saltar tão alto para protegê-lo da pedra. Um adorador sabe que sempre que Deus entrega algo em suas mãos, ele vai encontrar que o próprio Deus vai garantir a vitória, mas tem que desenvolver a capacidade de frustração.

Davi teve que aprender que Deus não queria que ele se apaixonasse pelo seu chamado e nem pelo seu ministério e sim pelas pessoas. Nosso ministério são as pessoas. Nenhum ministério ou chamado tem razão de ser se não pelas pessoas.

Precisamos entender que se Deus necessitar de uma boa música ou uma excelente adoração ele tem lindos Serafins que foram criados para isso, a essência da adoração a Deus não é somente Deus, mais também capturar ao povo e levá-lo a Deus. Nosso maior problema é que queremos tocar nossos instrumentos, e cantar com nossas lindas vozes e chamar a atenção das pessoas pra nós. Nossa obrigação a cada culto, ou a cada reunião é saber aquilo que Deus quer fazer a cada dia. Assim como Davi que recebeu uma unção que não desejou, mais que tinha dentro de si um profundo desejo de descobrir a cada dia qual era á vontade de Deus para esse dia, ele simplesmente foi levar suprimento para seus irmãos, e entendeu que esse era o dia que Deus havia escolhido para colocá-lo na família real, aumentando as possibilidades de cumprir os sonhos de Deus para sua vida.

Quando Davi se encontra com essa situação a primeira coisa que ele pergunta é “O que poderia ganhar aquele que derrotasse o gigante?”, curiosamente o prêmio era a oportunidade de Davi chegar ao centro da vontade de Deus.

Com toda frustração que Davi já havia tido, simplesmente ele podia ter voltado pra sua casa, porque pela lógica Golias não era seu problema, porque nem treinado para guerra ele estava. Nós muitas vezes usamos nossas frustrações como nosso escudo para não cumprir com os propósitos de Deus. Mas se Davi não tivesse entendido que no meio das nossas frustrações, e do caos, Deus cria situações para nos abençoar talvez ele nunca chegaria a ser rei. O prêmio para quem matasse o gigante era: ficaria milionário, nunca mais nem ele, e nem sua família pagaria impostos (esse não é o sonho de todos nós?), e casaria com a filha linda e cheirosa do rei (dando assim a oportunidade de entrar na família real). Essa era oportunidade que Deus estava criando para Davi, se ele estivesse se escondido nas suas fraquezas, nas suas frustrações, ou na sua timidez, com certeza não chegaria onde Deus havia prometido que ele chegaria. O adorador que desenvolve a capacidade de frustração sabe que ele não é o importante, assim que quando Deus o pede algo, ele não pensa na vergonha que poderia passar se chegasse a fazer, mas pensa o quão feliz Deus ficaria se ele fizesse isso.

Como um adorador Davi entendeu a carga que Deus estava dando pelo povo, Deus não nos dá um cargo, Deus nos dá uma carga. Ser rei, adorador, ou ter um chamado não é um privilégio, é uma responsabilidade, e Davi estava se conscientizando que quanto mais aumentava sua responsabilidade, mais diminuía seus privilégios.

Como adoradores é exatamente o que temos que entender, que quanto mais aumenta nossas responsabilidades, mais diminuem nossos direitos.

Quando adquirimos a capacidade de frustração, adquirimos compaixão pelas pessoas e por suas necessidades, é isso que chamamos de carga.

Aquele que ama as pessoas tem autoridade, o que não ama não tem autoridade. A autoridade de Jesus veio de andar com as pessoas, a autoridade de Davi veio de ter em todo o seu ministério carga pelas pessoas, e não de gritar e nem de forçar algo, como adoradores vamos ter autoridade sobre as pessoas, a partir do momento que tivermos compaixão por elas.

A capacidade de frustração nos traz a consciência que não somos o centro do universo e que a nossa música não impressiona a Deus, por que Ele tem nos céus música da melhor qualidade, mas nos traz a consciência que nascemos para abençoar a outras vidas, e tudo o que Deus nos dá é para abençoar as pessoas, todos os dons e talentos são nossas ferramentas para levar as pessoas até a Deus. É com essa capacidade que conseguiremos chegar ao coração de Deus, não impressionamos a Deus com nossos talentos e sim com as nossas atitudes, quando começarmos usar nossa música, nossos talentos e a nossa vida para abençoarmos as pessoas, colocaremos a Deus no lugar que Ele merece, um lugar de honra, porque entenderemos que o mais importante não sou eu, nem o que eu quero, mais o que Deus quer, e o que as pessoas necessitam.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s