Em memória de mim

Um dia desses estava eu na casa de um amigo argentino, que mora em um edifício no 10º andar, então fui até a sacada do seu apartamento para ver o quão alto poderia ser, e olhando para baixo só então pude perceber o quão alto era, como também, como as pessoas que estavam em baixo não repararam que eu as estava olhando, então me dei conta de como temos feito sempre o mesmo com Deus.

Temos uma vida demasiadamente agitada para olhar para Aquele que deixou Sua glória para religar-nos ao Pai, ou seja, Ele deixou de Ser Onipotente, Onipresente (já não estava em todos os lugares ao mesmo tempo), tudo por amor, e me dei conta também que prevendo que isso iria acontecer; Ele deixa uma cerimônia que serviria para fazer recordar-nos do que Ele fez .
No livro de I Coríntios 11:17-34, Paulo nos leva a pensar justamente sobre isso como que podemos esquecer de algo que mudou o rumo da nossa historia, e como temos cometido um erro grave considerando a ceia como um culto qualquer.
A igreja de Coríntios era uma igreja que tinha muitos dons, inclusive Paulo em uma das suas cartas nos relata que competiam entre si com seus dons, mas Paulo descobre no Cap. 11 um problema ainda maior, que era a perda do verdadeiro sentido da Santa Ceia, gerando assim um gravíssimo problema na sua adoração como Igreja a Deus .
Paulo procura mostrar à Igreja de Coríntios, e as nossas também, que a Santa Ceia não pode ser vista como qualquer culto, principalmente, porque o sentido da Ceia é não somente nos lembrar do sacrifício de Jesus, como também lembrar que graças a esse sacrifício nós como Igreja, mesmo cada um pensando diferente, com diferentes talentos e chamados, temos um ponto em comum, fomos comprados pelo mesmo preço.
Comece a pensar em algo, você como parte do corpo de Cristo tem procurado buscar ter comunhão com seus irmãos em meio as adversidades, e em meio a tanta gente com distintos pensamentos dentro da Igreja?
Se sua resposta é negativa quero alertar-te que Paulo quando diz em I Co. 11:29-31, ele esta se referindo a você, porque se nós não entendemos que a cruz foi uma aula de como temos que ser sensíveis e porque não dizer flexíveis as necessidades das pessoas mesmo quando essas não pensam como nós estamos cometendo o mesmo erro da Igreja de Coríntios, e logo por sua vez estamos participando da ceia indignamente, lembre-se que amar a quem se parece comigo e pensa como eu, é fácil porque é como se eu estivesse amando a mim mesmo, e amar ao meu próprio ego – é fácil.
Deus nos desafia a amar a quem é totalmente diferente de nós; comece a analisar o tanto de gente dentro das nossas Igrejas que estão fracas na fé, doentes e que estão morrendo precocemente, e tudo porque simplesmente não entendemos o verdadeiro sentido da Santa Ceia.
Podemos notar também que Jesus quando institui a Santa Ceia o que Ele faz é colocar uma cerimônia que também o faria recordar seu sacrifício, e é muito fácil entendermos isso, porque quando nós fazemos um favor para alguém a primeira briga que temos ou o primeiro descontentamento com essa pessoa jogamos na cara dela o que fizemos de bom pra ela, o que Jesus faz é totalmente o contrário, Ele deixa a ceia, para que nós como alvos de sua maravilhosa graça pudéssemos recordar do que Ele fez, porque Ele simbolicamente, o que faz é, ir ao céu e esquecer do sacrifício que fez somente por amor, para não ter nada o que jogar na nossa cara quando pecamos contra Ele, então podemos dizer que a Santa Ceia também serve para lembrar a Jesus do seu sacrifício mostrando que não esquecemos, e que valeu a pena todo seu sacrifício, porque como igreja com pessoas diferentes, nos amamos e trabalhamos unidos como um corpo, porque reconhecemos a falta que faria qualquer que seja, por mais minúscula que seja uma parte do nosso corpo.
Quero alertar-te querido leitor se você almeja ser abençoado por Deus, almeja que sua adoração suba até a Deus e o agrade, não espere a próxima Santa Ceia, vá agora e acerte as contas com aquela pessoa que você esta magoada, mesmo que não tenha sido você o culpado, mas faça isso porque você entende o verdadeiro sentido da Ceia do Senhor que é trazer uma união sobre as distintas formas e maneiras de pensar, e de dizer com suas atitudes que falam mais alto que suas palavras que valeu a pena o sacrifício de Jesus, somente entenda que nunca haverá uma igreja perfeita, porque não existem pessoas perfeitas, porque a Igreja foi instituída para cuidar de pessoas problemáticas inclusive de mim e de você.
Que Deus traga essa consciência sobre todos a começar em mim, que separados não somos ninguém, mas unidos somos um corpo forte que as portas do inferno nunca prevalecem contra nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s