O Poder da Perseverança

Gênesis 32: 22 a 31 – Jacó luta com Deus e vence perdendo.A luta e a persuasão de Jacó para obter a benção de sua primogenitura não eram em vão, primeiro que Jacó havia percebido o descaso de seu irmão em relação a essa benção e, segundo que ele sabia de todos os benefícios de ser o primogênito.

Jacó era obstinado em tudo o que fazia. Como exemplo, temos a conquista de suas esposas, suas terras e sua primogenitura.
Ser determinado é diferente de ser obstinado. Ser obstinado é pecado, porque eu corro atrás do meu sonho a qualquer custo, como era o caso de Jacó, ou até mesmo de Lúcifer e tantos outros.

Nesse mesmo capítulo Jacó se reconcilia com seu irmão. Rapidamente e de maneira desconfiada, tira sua família de sua casa, e decide ter um encontro com Deus.
É muito importante que quando a nossa fome e sede de Deus nos perturba e sentimos necessidade de buscá-lo, nos afastemos de nossas distrações. Ou seja, tudo o que se colocar na frente de Deus, tenho que afastar.

Jacó decide correr para o lugar secreto de Deus (o mesmo que Daniel). Entende que ninguém se encontra com Deus sem antes passar pela graça, pela cruz, pela reconciliação. Com mágoas, ressentimentos e ataduras ao passado ninguém vê a Deis (deixando as coisas que para trás ficam, prossigo para o alvo…).

Até, de certa forma, passa pela cabeça de Jacó que o “homem” era enviado de seu irmão, mas no decorrer da luta a unção vem sobre Jacó e ele vê que se trata do próprio Cristo.

A perseverança e a esperança de Jacó comovem a Deus.
O anjo poderia facilmente prevalecer sobre Jacó, mas Deus deixa evidente que, o que Ele queria, era ver Jacó se rendendo de modo voluntário (v. 27, 28).
O próprio Deus expõe a natureza de Jacó perguntando-lhe o seu nome, a principal característica do significado do nome Jacó: enganador.

Deus nos dará vitória com toda certeza, porém, antes Ele fará render-nos ante sua soberania. Saiba que, quando Deus não mudará uma situação antes do seu clamor, porque é necessário que você seja o primeiro a mudar. Você precisa dobrar-se ante a vontade de Deus, porque Ele não se dobrará ante a nossa vontade.

A revelação do nome de alguém era como um passo avançado no sentido de firmar uma amizade íntima e de estabelecer uma aliança mútua. Conhecer seu nome era até, de certo ponto, possuir um controle sobre a pessoa.

Deus nos fará dobrar diante dele por causa da potente resistência que lhe oferecemos, bem como a incapacidade que revelamos de sentir suas mãos de Pai através da disciplina que nos é imposta. Ele tem de “tocar-nos” para reduzir-nos a impotência total, e assim fortalecer-nos por Sua graça. Essa é a forma dEle chamar nossa atenção.

Jacó vence sua luta com Deus não por ser forte, mas pro ter aprendido o principio de quebrantamento. Por causa de sua luta com Deus, Jacó se torna o gerador de um dos maiores sonhadores e o melhor governador do Egito.

Quando nos rendemos à Ele, Ele nos torna geradores e cumpridores de sonhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s