O Natal chegou, e agora ?

É Natal, e agora ?
Chegou o Natal, que data mais fantástica. Parece que ocorre uma mágica nas pessoas onde até a mais incrédula das pessoas acaba se rendendo aos efeitos encantadores da atmosfera de Natal. É inevitável a pergunta: O que será que há de tão especial no Natal? Talvez seja o fato de ser uma data propícia para se lembrar de dar e receber presentes, ou talvez seja porque é a data que vem a poucos dias antes do fim de um longo e exaustivo ano. Passamos um ano inteiro buscando nossos próprios interesses e quando chega nessa época do ano simplesmente somos tocados pelo espírito de Natal onde no último mês do ano um estranho sentimento de remorso misturado com a bondade, um sentimento de culpa e vontade de “fazer o bem” surge em um mundo um tanto quanto esquisito. Ficamos sensíveis e emotivos, damos e recebemos presentes. Chegou o Natal. Não podemos negar, o Natal mexe com as pessoas.

O natal chegou e agora? Mas além de existirem as preocupações de qual será o presente ideal, é inevitável usar esse tempo onde se aproxima o fim do ano para calcular ganhos e prejuízos, conquistas e fracassos. Fazemos um balanço e para os mais otimistas sobram esperanças de um ano novo melhor do que o que passou. Porém para muitos que já se cansaram de se desapontar com a vida, sobram pensamentos de desespero e preocupações em relação ao ano que segue, e muito mais agora, em tempos onde a única coisa que se fala é de um colapso na economia mundial. O natal chegou e agora?


Passando no máximo 10 dias após essa data, essa sensação que o Natal misteriosamente provoca, desaparece.

Os anos mudam, mas muitas coisas continuam sempre as mesmas. Nós não mudamos muito. Nossas ações muitas vezes continuam sendo as mesmas de 10 ou 20 anos atrás. Porém nem tudo é ruim nessa data.
O natal chegou e ninguém pode negar que é uma excelente data para lembrar o que talvez nem tenha acontecido nesse dia, mas sem dúvida trouxe uma evidência poderosa da maior revolução de todos os tempos.
No livro do profeta Isaías, capítulo 9 versículo 2 diz: “O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz.”

Você pode não acreditar mas, alguns séculos antes do nascimento do Messias, alguém já estava visualizando o verdadeiro sentido do que hoje no século 21 chamaríamos de NATAL. Aí esta toda a mágica dessa data. A medida que conhecemos a Deus, aprendemos que Deus “não dá pontos sem nó”.

Jesus foi a resposta a todos aqueles que achavam que o grande Elohim era um Deus mal e perverso, e extremamente sanguinário.
Foi também a resposta àqueles que achavam que nada mais de relevante poderia acontecer na história. Jesus é a resposta de Deus a uma criação que decidiu virar as costas para seu criador. No evangelho de João capítulo 3 versículo 16 João descreve bem a resposta de Deus:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Pra muitos, isso sempre vai soar como um papo religioso, mas para os que crêem, podem enxergar 3 passos para uma vida feliz. Deus amou, nós cremos, logo não perecemos.

Esse é o plano original de Deus, que sua criação não pereça.
Porque muitas vezes decidimos crer no contrário?
Porque sempre é mais fácil acreditar no castigo divino do que em sua infinita e eterna graça?
Jesus é a resposta de Deus para seus problemas. Em Mateus 14: 22 a 33 Pedro nos ensina que a fé em Jesus nos fará andar sobre as águas, porém a intimidade com Ele, nos fará permanecer na superfície.
Mesmo sem nos dar conta, recebemos diariamente o maior de todos os presentes, que não pode ser comprado em nenhuma loja, em nenhum shopping. Jesus, o presente de Deus à humanidade perdida e sem esperança.
Se você parar pra olhar pelo prisma de Deus, você vai ver que você é o presente que Deus esperava. Jesus foi a moeda de Deus para pagar por um presente que havia sido roubado pelo pecado, e foi devolvido ao seu dono há mais de 2000 anos atrás.

Para muitos talvez a vida já não tenha nenhum valor. Mas para Aquele que te gerou, que te formou e assistiu sua primeira vitória que foi alcançar um minúsculo óvulo, você é o maior de todos os presentes.
Quer saber o que você pode fazer neste Natal? Apenas creia que essa é a data propícia pra você começar a enxergar a vida como muito mais do que comida ou bebida; presentes ou necessidades; esperanças ou desilusões.

A vida é a oportunidade de Deus de você enxergar que há um Deus que te ama, mesmo quando você não acredita mais em nada, nem em você mesmo. A única coisa que você pode fazer pra que não apenas seu Natal mas toda a sua vida, em todos os seus anos venham valer a pena, é aceitar o amor desse Deus, e responder a Ele da melhor forma. Não fuja da sua vida e dos seus problemas. Entregue-os nas mãos de quem realmente saberá o que fazer com eles. Salmos 37:5 diz:  “Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e o mais ele fará.”FELIZ NATAL E UM MAIS FELIZ ANO NOVO!!!

Anúncios

1 comentário

  1. Nossa… gostei muito dos textos, é ótimo para refletirmos sobre como temos vivido e o que temos feito tanto para nós p/ Deus e p/ o próximo… é uma leitura bem proximar do leitor e não é nada forçado… os textos são uma benção… li muitos deles e vou continuar lendo… estou linkando seu site no meu blog…(tenha liberdade se quiser fazer o mesmo)

    Fique na Paz…
    Abç…

    http://cavernadezion.wordpress.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s