Deus ampliará as estacas da sua tenda

I Crônicas 4: 9 e 10

A bíblia está falando de uma genealogia onde são citados mais de 40 nomes, quando no versículo 9 e 10 a história é interrompida porque um homem que teve sua vida mudada chamou a atenção do escritor de Crônicas. O curioso desse texto é que no versículo 11, a lista de chamada dos membros da tribo de Judá continua como se nada tivesse acontecido.

O que Jabez fez de tão extraordinário para se destacar dos outros? Por que Deus respondeu sua oração? Por que será que Deus incluiu a mini-biografia de Jabez na Bíblia?

Jabez não aparece triunfalmente no Antigo Testamento, como um Moisés ou um Davi, nem tampouco ilumina o livro de Atos como aqueles primeiros cristãos que viraram o mundo de cabeça para baixo. Mas uma coisa é certa: a pequena diferença de sua vida fez toda a diferença.

Essa história me chama atenção porque a impressão que eu tenho é que Jabez estava se libertando de seus medos.

O medo aprisiona e paralisa os sonhos e tira a força da fé. O medo é uma cadeia sem grades. Quando tudo começa a dar errado, a primeira coisa que sentimos é medo. E quando tudo está dando certo demais também sentimos medo. Lembre-se de Adão que tinha um relacionamento tão perfeito com Deus, que quando caiu sentiu medo. Moisés tinha tudo sobre controle até passar por um momento de ira, matar um soldado que estava ao seu serviço e sentir medo.

A bíblia fala que Jabez foi mais ilustre que seus irmãos, porém havia uma enorme contradição nessa verdade, porque como pode ser o mais ilustre quem se destacava como alguém que trazia muito sofrimento desde seu nascimento? Jabez carrega em seu próprio nome o destino que lhe era esperado. O nome Jabez significa “dor, luto”. Ele cresceu sendo chamado de dor. Imaginem o trauma para uma criança ser destacada pelo seu lado escuro e sombrio: “Minha Dor venha aqui! Minha dor você já fez sua lição?”. Imagine as situações que o mesmo teve que passar entre seus amigos. Talvez até por isso na sua oração, um dos seus pedidos é “serei abençoado quando a minha dor tiver fim.” Quem disse que você tem que aceitar o destino que sua família ou as circunstâncias te proporem?

A primeira coisa que Jabez fez foi tirar sua capa de autocomiseração e assumir que Deus queria abençoá-lo. A razão pela qual Deus não nos concede muitas coisas é exatamente porque temos crido que Deus não quer nos abençoar, mas quer nos prejudicar.

Em Mateus 7:11 Jesus diz que se nós que somos maus não damos algo ruim para nossos filhos quanto mais Deus que é tão bom não nos abençoará em todas as coisas.

O primeiro passo para se ter uma vida de vitórias é crer que o desejo de Deus não é nos prejudicar, mas nos abençoar.

Pra isso você precisa se lançar de cabeça no amor Dele e libertar-se de seus medos e traumas.Em I João 4:18 a bíblia diz que o perfeito amor lança fora o medo, e de quem é esse perfeito amor se não de Deus? Compreensível termos medo de que Deus irá nos falhar sabendo que vivemos em um sistema que constantemente falha diante de nossas expectativas. Inclusive dentro da igreja, é frustrante pra nós quando enxergamos que as pessoas de dentro da igreja, falham tanto quanto as que estão fora da igreja. Por isso não estamos falando de um ser humano que está fadado aos erros, estamos falando de um Deus que jamais falhou e jamais vai falhar conosco (Habacuque 2:3).

O segundo pedido de Jabez foi para que Deus ampliasse as fronteiras. O pedido de Jabez estava relacionado à mudanças em sua perspectiva em relação a vida. Jabez pediu a Deus para ampliar os limites de sua influência e das suas oportunidades. “Não quero mais ver a vida como dor e sofrimento, mas quero enxergar a vida como um milagre”. Com esse pedido Jabez sabia que Deus o tiraria do lugar onde sua visão, sua fé e suas expectativas estavam sendo limitadas. Então Jabez descobre que para honrar a Deus era preciso descobrir a imagem de sua visão daquilo que sua vida poderia e deveria ser. Glorificamos a Deus quando compreendemos os sonhos que Ele mesmo sonhou pra nós.

Entenda que você é o resultado dos sonhos de Deus, e Ele tem produzido mudanças de acordo com a imagem que Ele tem do que poderia e deveria ser.

Então Jabez finaliza sua oração pedindo para que as mãos de Deus estivessem sobre ele. Jabez entende o plano de Deus para os seus mais honrados servos.

Temos de admitir que os grandes heróis parecem desconhecer o conceito de dependência, mas eu e você fomos feitos para ela. Depender de Deus transforma em heróis pessoas comuns como eu, você e Jabez. “Que seja comigo a Tua mão…”, Através deste clamor, desencadeamos o poder de Deus para realizar sua vontade e demonstrar a sua glória por meio de todas aquelas aparentes impossibilidades. O principal motivo de sua existência é o amor de DEUS, e esse Deus está pronto pra te abençoar, ampliar suas fronteiras, te dar uma visão e uma fé ampliada e te fazer lembrar sempre que você precisa DELE.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s