ELE VIVE !!! Pr. Uagner Nantes

Lucas 24: 5

O que mereceria alguém que sempre esteve a disposição para sanar necessidades?

Com certeza a dor e a cruz não seriam grandes recompensas.

Jesus nada mais fez em toda vida que se doar, e seu premio foi a dor e a morte no pior e mais cruel lugar de todos os tempos; “A CRUZ”.

“Desce da cruz” eram as afrontas de um povo que mais do que ninguém viu seus milagres. Soldados judiaram de seu corpo de sua moral.

E num momento de total humanidade o homem Deus pede água e lhe oferecem uma espécie de entorpecente para que ele pudesse sentir menos dor, e a isso ele se recusa.

Diante de seus pés soldados tiravam sorte sobre suas roupas . Homens que estavam tão perto da cruz, mas tão longe de Cristo, talvez como tantos ainda hoje. Talvez como pessoas que se dizem e se passam por seguidores de Cristo, mas que estão tão longe das coisas simples que Ele pediu.

Seus melhores amigos fugiram. O único homem que poderia liberá-lo decide lavar suas mãos. E a recompensa mais sublime que encontraram para o rei dos judeus foi a morte.

Desde que foi tentando Jesus provou a satanás e ao inferno que era diferente de outros profetas. Ele não veio para profetizar como os outros, ele veio para expandir o domínio de influencia de seu reino. Por isso não era um profeta, pois profetas não tem reino. Ele era o rei.

E a maior promessa de um rei não são suas vitorias, mas sim ter seu reino compartilhado com seus cidadãos.

Jesus não trouxe uma nova religião, alias os maiores inimigos de Jesus foram os religiosos. Jesus veio para expandir a cultura de seu reino. Um reino de paz alegria e justiça.

Todo sofrimento da cruz se traduziria em uma frase: – Veja o que sou capaz de fazer por vocês.

Então chegamos no capitulo 24 de Lucas. O Emanuel “Deus conosco” que esteve entre nós agora passa a viver em nós. O inferno perder seus direitos e se vê obrigado a submeter-se ao rei dos reis.

Nesse texto vemos os anjos respondendo com uma pergunta: “Por que buscais entre os mortos ao que vive?”

Parece que todos se esqueceram que o mestre havia dito que morreria e que ressurgiria dos mortos. E nós porque ainda duvidamos?

Porque pregamos um evangelho de um Deus que aniquila seus inimigos e nos da vitorias e deixamos de pregar o evangelho de uma nova aliança. O evangelho da graça e não da condenação?

Porque procuramos um Jesus morto e choramos sua morte se ele esta vivo?

Esse foi o troféu de um rei. Seu triunfo sobre a morte. Jesus o rei, expande seu governe inclusive ao inferno. E amplia seu domínio não se mostrando de inicio um vencedor, mas se passando por um perdedor. Quem acreditaria que o rei dos reis voltaria a vida?

Não derrotando inimigos visíveis, mas os invisíveis.

Porque procuramos morte onde há vida?

O que exatamente esperávamos dele?

Se jamais mentiu em toda vida, não mentiria em sua morte. O rei se entrega, não pode ser assassinado. Um homem que não pecou só poderia morrer se entregando a morte para vencê-la de uma vez pode todas. O véu foi rasgado e com ele a separação do criador e da sua criatura. Os testamentos ganharam validade, porque o verbo que se fez carne e habitou entre nós valida seu testamento com sua morte e o reforça com sua ressurreição.

Porque procuramos entre os mortos aquele que esta vivo?

Porque ainda recusamos seu domínio e seu senhorio?

Não há nenhum peso em sermos governados por um rei tão poderoso e ao mesmo tempo tão amoroso.

Muito pelo contrario, seu reino não nos trouxe escravidão, mas libertação.

E por esse motivo, só teremos tudo o que Deus tem quando ele tiver tudo de nós. Lembre-se que ele não nos quer pobres, ele nos quer livres. E se permitirmos que ele nos liberte sermos então verdadeiramente livres.

Ele não nos criou para sermos dominados pelo tabaco, ou pelo álcool, ou por coisas que nos matam ou prejudicam. Seu domínio sobre nós traz de volta nosso domínio sobre todas as coisas de sua criação.

Pare de buscar entre os mortos quem esta vivo. E pare de pedir aqueles que você pensa que estão vivos, mas na verdade estão mortos. Somente quem morreu e ressuscitou é capaz de nos abençoar. Somente quem venceu a morte é capaz de nos conduzir em segurança.

O Deus que foi suficiente até agora deve ser confiável até o fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s