Sem Limites – Pr. Uagner Nantes

Ezequiel 47. 1 a 9

O profeta Ezequiel recebeu uma visão incrível onde a mão de Deus introduz Ezequiel às portas da casa de Deus.

As imagens de água na Bíblia quase sempre representam o Espírito de Deus. Podemos extrair 2 revelações para as nossas vidas desse texto. A primeira delas: Deus esta alertando o profeta que no relacionamento com ele, a única coisa que não podemos fazer é nos limitar a aceitar o local onde estamos posicionados.

Quando nos relacionamos com Deus, existe tanto de Deus para se descobrir que só conseguiremos descobrir a medida que perdermos todo apoio de nossos pés. Ou seja, quanto menos nossos pés tocarem no chão mais estaremos habilitados a descobrir mais de Deus. Quanto mais o nosso coração estiver longe das coisas dessa terra, mais estaremos perto da nossa nação verdadeira.

Observe que no texto Ezequiel vê o rio começando de maneira bem controlada, até que chega o ponto dele não ter mais apoio nem nas mãos nem nos pés.

Deus esta chamando atenção através do profeta a não nos contentarmos com as migalhas sendo que temos uma mesa farta na presença do rei nos esperando.

A cada dia e em cada situação temos que aprender ter uma total dependência de Deus. Permitindo que ele controle 100% de nossa vida.

O apostolo Paulo declara em Gálatas 2.20 “logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.” O quanto estamos dispostos a morrer?

O nível de morte que estamos dispostos a ter, permitira que Cristo não apenas viva mas se manifeste através de nós.

Lembre-se que no reino de Deus a morte gera vida.

Você já parou pra pensar que por mais que as coisas desse mundo sejam agradáveis a nossa carne elas nunca conseguem nos fazer sentir completos? João 4.13 diz: “Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede;” Assim podemos ver que se voltamos a ter sede de algo nessa vida, é que não estamos bebendo de fontes seguras. Imagine viver uma vida plena. Uma vida de alegria plena, satisfação plena, prosperidade plena, justificação plena. Somos totalmente completos nele. Quando vivemos nele, deixamos de ser escravos das circunstancias, e ai nem nossa alegria e animo ou e nem nosso humor são alterados com as mudanças naturais da vida.

Um outro significado da visão é:

Nos últimos dias, a igreja de Jesus Cristo será mais gloriosa, mais vitoriosa do que em toda a sua história. O verdadeiro corpo de Cristo não irá se enfraquecer e se confundir; não irá diminuir em números, ou diminuir em poder ou autoridade espiritual. Desfrutará da maior revelação de Jesus que alguém já tenha recebido. Ezequiel escreve: “será como o peixe do mar Grande, em multidão excessiva” (Ez. 47:10).

As nascentes e as origens desse rio, é a Cruz. Vemos uma imagem literal disso no seguinte versículo: “Um dos soldados lhe abriu o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água” (João 19:34).

Essa pequena quantidade de água é quantidade que Ezequiel viu quando a visão se abriu para ele. Esse crescente fluir de águas é a imagem do Pentecostes, quando o Espírito Santo foi dado aos discípulos. Juntamente com esse dom do Espírito, os seguidores de Cristo receberam a promessa de que Ele seria um rio de vida que fluiria do interior deles. E esse rio jorraria para todo o mundo.

“Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele crescem…” (João 7: 37-39).

Se o rio das águas vivas é o Espírito Santo, então o Pentecostes, com toda a sua glória e manifestação da presença de Deus, foi só o começo deste gotejamento. O fluxo de água vindo do templo de Deus cresceria cada vez mais. Se expandiria em extensão, profundidade, volume, poder e glória de restauração. A história da igreja prova isso. Nosso maior propósito é expandir a influencia do reino de Deus. Trazendo milagres, salvação e acima de tudo a cultura do reino de Deus.

Essa visão claramente revela um poderoso derramamento do Espírito Santo nos últimos dias. A visão é tão poderosa, que Ezequiel não conseguiu compreendê-la. Ele não consegue sequer comentar o seu significado – só consegue reportá-la. Na verdade, antes de a visão acabar, o Senhor pára e pergunta a Ezequiel: “Viste isso?…” (47:6).

Deus basicamente está perguntando a Ezequiel: “Você consegue alcançar a magnitude do quê está vendo? É capaz de compreender a força profética desta visão? Dá para você ver do que falam essas águas que crescem, como elas indicam o modo pelo qual todas as coisas acabarão?

Diga-Me, Ezequiel: você enxerga nessa visão a glória da vinda do Senhor?

Deus esta preparando para seu povo um tempo sem limites. Ele esta disposto a romper com as barreiras da nossa fé e nos fazer viver o melhor tempo de nossas vidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s