Conquistando o mundo que clama- Pr. Uagner Nantes

Jonas 1.8 a 15

Todos nós conhecemos a historia de Jonas, o que muitas das vezes esquecemos é que ela não relata apenas a historia de um profeta fujão, mas de uma igreja fujona.

Jonas era um profeta consagrado e muito usado por Deus, mas quando Deus o mandou pregar aos ninivitas, ele simplesmente correu para o lado oposto. E o resultado disso para Jonas foi catastrófico. Jonas desde que “se dispôs” fugir de Deus só desceu na vida. Primeiro que para fugir de Deus ele teve que descer até o porto, depois desceu até o porão do navio, então veio a tempestade e os marinheiros o lançam ao mar, um grande peixe o engole e desce pra mais fundo ainda. Isso prova que fugir de Deus não nos traz nenhum beneficio. Isso nos mostra que Deus sempre nos faz servos do nosso propósito, não há lugar que possamos nos esconder que nosso propósito já não esteja nos esperando.

Observe no texto que as primeiras perguntas dos marinheiros estavam direcionadas a identidade de Jonas: O que você faz? De onde você vem? Qual tua terra? De que povo você e? ou seja a que Deus você serve?

O homem que foge da vontade de Deus perde a sua identidade.

Jonas sai de sua cidade para fugir de Deus, e quando o peixe o engole, depois de 3 dias, o coloca exatamente no ponto de partida. Como Nínive não era uma cidade cercada por mar, logo também não era uma cidade portuária assim que provavelmente Jonas desceu exatamente no ponto de partida, porque teve que andar 3 dias mais até Nínive.

Há um desejo de Deus que voltemos ao ponto exato de onde erramos.

A escolha de Jonas o livrou momentaneamente de sua responsabilidade e de seu compromisso, porem trouxe prejuízo aos que estavam ao seu lado.

E essa é a diferença de quando Deus nos prova para nosso crescimento e aperfeiçoamento, e quando somos provados por estarmos fora da vontade de Deus.

Existe um prejuízo generalizado ao nosso redor somente porque estamos tentando fugir do que Deus nos pediu. Tarsis era uma cidade que estava em um forte crescimento, era uma cidade muito rica, e esse navio que estava indo para Tarsis , carregava muito ouro. Quando começou a tempestade os marinheiros logo se desfizeram do peso do ouro para que o barco tivesse mais leveza para flutuar. Veja que prejuízo um servo de Deus fora da vontade de Deus causou.

O mais incrível de tudo isso por causa da atitude de Jonas o que seria para trazer vergonha ao nome de Deus, Deus transformou e motivo de salvação. Todos naquele barco reconheceram a Deus como único e verdadeiro Deus.

“As ondas da desobediência de ontem irão atingir as costas de hoje por algum o tempo Mike Murdock”. Muitas vezes Deus ira permitir situações de dor para que possamos cair na real e cumprirmos o propósito e os desígnios de Deus.

Jonas perdeu sua fé em Deus, porque quando Deus lhe pede para ir a Nínive com certeza já havia um cuidado e respaldo de Deus sobre sua vida, e ele não precisava temer a nada e nem ninguém. Deus precisou ensinar-lhe a crer novamente.

“A fé não nega existência de problemas. Nega-lhe um lugar de influência”

Jonas precisava ser conquistado por Deus antes de conquistar Nínive pra Deus.

Nínive representa uma geração que queremos longe de nós, e Tarsis representa nosso alvo de missões, pois fazem parte de uma geração que nos identificamos. É como se estivéssemos evangelizando a nós mesmos.

Quantas vezes já ouvimos Deus nos mandar fazer algo que realmente não queríamos? Perdoar o que para nós era imperdoável, falar do amor de Cristo a alguém que mais mereceria o juízo de Deus.

Nínive representa algo custoso para nós. Seja por que estamos com medo como Jonas (pois essa era a cidade que mais matava profetas), ou porque estamos tão feridos que simplesmente decidimos dizer não a Deus e caminhar em outra direção. Coisas que ouvimos de Deus e preferimos ignorar. As vezes nos convencemos fácil de que sabemos melhor do que Deus o que precisa ser feito. O homem que bate na porta de um prostíbulo mesmo sem saber esta a procura de Deus. Pois ele pensa que o vazio de sua alma será preenchido com pequenas dozes de alegria.

Deus espera que nos movamos em direção não ao povo que queremos, mas aqueles que clamam de verdade por ajuda. A geração que precisa de Deus é a que mais foge dele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s