Por um momento assim – Fernanda Brum

 

Construí uma casa em uma ladeira
De um alto monte muito especial
Tenho vivido tão boa vida
Mais do que eu pedi, mas não o que sonhei

Quantas vezes ouvi tua voz chamando-me:
“sobe mais alto e maravilhas tu verás”
Mas a tempestade poderá chegar

Por um momento assim,
Não há grande risco para mim
Não tenho andado vazio a chorar,
Mas não caminho sobre as águas
Mas se eu volto atrás, como saber o que perdi?
Depois de haver esperado até aqui
Por um momento assim

Eu me contento em não fazer perguntas
Que agitem rios, que movam o mar
As águas quietas são mais tranqüilas
Acalmam o meu espírito com seu cantar
Que está impedindo-me
De desejar ser livre dessa indiferença espiritual
É que a tempestade poderá chegar
Às vezes há momentos de começar a voar
Em meio a temores

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s