Adorai, Adonai – Fernanda Brum

Meus pés pisaram Seol
Minha mente morreu
Angústia me dominou
Já não sou nem mais eu
Meus olhos buscam Teu rosto
Onde está o meu Deus
Que ungiu a minha cabeça
E chamou “Filho Meu”?

Estou no ventre do peixe
O terror me engoliu
No mais profundo dos mares
Tua mão me cobriu
Por mais que eu fuja de tudo
Tu me alcançarás
Tua unção não me deixa
Não me deixa nunca

Adorai
Eu digo à minha alma eu grito
Aba pai que quebra minhas correntes, clamo
Adonai, Adonai, tu és meu dono

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s