Diga ao povo que marche- Pr. Uagner Nantes

Êxodo 14: 9 a 25

Deus permitiu por muito tempo que seu povo vivesse debaixo de uma escravidão. No decorrer do tempo o povo começa a se multiplicar não apenas em um punhado de famílias como também como uma nação grande e numerosa capaz de botar medo não somente nos Egípcios, mas em que pudesse fazer frente a esse povo.

Então começa o processo de Deus de treinar por 80 anos um homem chamado Moisés, que viria a ser a salvação daquele povo.

Logo quando nasce, Moisés já nasceu com a carga posta por Deus de ser o libertador, e o mais interessante é que o primeiro a provar dessa libertação dada por Deus foi o próprio bebê Moisés, que se livra das mãos de Faraó em um cesto que desce um rio perigoso e acaba sendo levado ao palácio para o cuidado de Faraó.

Deus arruma o primeiro acesso a libertação de seu povo através dessa situação (problemas nos dão acessos ao palácio).

Como se já não fosse o bastante estar no palácio, mostrando seu imenso cuidado, Deus trata logo de trazer sua própria mãe para criá-lo.

E nos seus primeiros 40 anos de vida Deus da a Moises um acesso a toda espécie de ciência da época. Ele é formado pelas melhores faculdades da época, criado e treinado para ser um Faraó.

Porém Deus não o queria como faraó, somente queria lhe dar acesso ao palácio. Deus nos adestra com o conhecimento humano para nos confundir com os sobrenaturais divinos somente para que possamos ter acesso ao favor Dele. Moises se enfurece ao ver um hebreu apanhando injustamente e logo Deus desperta seu chamado, Moisés mata o soldado que estava ao seu serviço. O plano de Deus então começa a tomar forma.Geralmente o chamado Deus esta relacionado a algo que nos incomoda ao ponto de despertar em nós ira. Jesus odeia tanto de ver o pecado separando o homem DELE que morre pelo homem anulando o domínio do pecado. (Rm 6:14)

As vezes não vemos forma nos planos de Deus, porém nem por isso temos que desconfiar de sua palavra e de sua vontade.

Moisés foge para o deserto e fica mais 40 anos, agora sendo formado na faculdade de Deus. Lembre-se que toda promessa passa pelo teste de tempo.Então ele se levanta depois de 80 anos de treino para libertar seu povo, o povo enfim começa a ter esperança que as coisas seriam diferentes.

Porém as coisas não eram mais as mesmas; seu irmão adotivo já estava erguido como Faraó, os tempos mudaram, os hebreus e os egípcios que eram crianças agora já estavam crescidos, tudo mudou menos Deus.

O plano parecia perfeito e infalível, os hebreus tinham um líder extremamente educado, e que já havia estado no palácio como um aprendiz de Faraó. Ele sabe melhor do que ninguém como convencer Faraó de libertá-los. A palavra de Deus havia gerado uma visão clara a cerca de seu plano para seu futuro.

O povo em muito pouco tempo mostra sua falta de expectativa.

Moisés descobre logo que, quem escravizava o povo não era Faraó, mas suas próprias mentes cauterizadas que estavam acostumados ao sofrimento e tinham medo de serem livres. Não há mais desculpas para mudanças no caráter, não se pode por a culpa na desgraça, na falta de dinheiro em mais ninguém que não em si próprio, e isso gera desconforto.

Logo depois que a caminhada começa a ficar desconfortável, eles começam a repensar seus conceitos de escravidão. Talvez fosse melhor viver como burros e bois; morrer aos 30 anos por desgaste e por doenças cancerígenas provocadas pela exposição exacerbada ao sol escaldante.

O povo teme por suas vidas, e não enxergam que na situação que eles estavam antes era pior, qualquer coisas era melhor que aquela vida que tinham. Eles mais uma vez enxergam somente os problemas (vs.10), então Moisés libera não somente uma palavra de ânimo, mais uma ordem ao povo:- “calem-se e vejam”. O tempo de escravidão acabou.

Para tudo há um inicio e há um fim. A única coisa que jamais fica ultrapassada é a palavra de Deus que foi estabelecida para sempre.

Moisés recebe uma ordem clara de Deus (vs.15), diga ao povo que marchem. Diga ao povo que não é hora de parar. Diga ao povo que deixe as coisas que ficaram para trás, e prossigam para as que estão adiante, prossigam para o alvo. Ninguém nem Moisés tinham muito claro de como isso aconteceria; como eles conseguiriam atravessar aquele mar a seco. E é ai que eles aprendem A lei da sobrevivência no reino de Deus é a total dependência no seu rei. Essa dependência que os fez comer e vestir de graça por anos; de ter um ar condicionado particular de dia e um aquecedor a noite. É essa dependência que te levará a viver o que você nunca viveu, a ver coisas que você nunca viu, sentir coisas que nunca sentiu, e conhecer um Deus que nunca você conheceu.

Não desista de ver mais, de ter mais, de conhecer mais de Deus. Os fracos desistem, os fortes lutam e vencem.

 

2 comentários

  1. Essa mensagem é muito forte e poderosa Deus é tremendo ele tem o poder de nos levantar e prosseguir. Eu fico muito feliz com isso tudo, que Deus abençoe vcs!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s