Derrubando gigantes – 2o dia – Pr. Uagner Nantes

Derrubando gigantes 2º dia

1 Samuel 17. 4 a 11

O menino que antes fazia serenata para ovelhas e agora faz para o rei, esta diante de seu maior desafio. Não um gigante, não um exercito inimigo mas a honra de sua família , de uma nação e sua própria.

O menor da casa de seu pai, o mais inexperiente de Israel, estava prestes a se consagrar o salvador da pátria.

Engraçado como o enredo da historia de Davi se parece com o de Jesus. O filho de um carpinteiro e uma adolescente que teve que assumir a responsabilidade de dona de casa e mãe muito cedo e pior sendo chamada como uma barriga de aluguel. Jesus aquele que não nasceu na melhor maternidade que um Deus mereceria, mas em um estábulo, cresceu e viveu como um homem comum, mas morreu como o Deus encarnado que salvou a humanidade.

Davi estava no vale chamado desafio onde esteve inúmeras vezes em sua vida. As vezes ganhando, as vezes perdendo. Mas os desafios sempre fizeram parte da vida desse pastor de ovelhas. Mas o zelo pelas coisas e principalmente pela honra do nome do Deus de Israel também faziam parte de sua vida. E com essa motivação que Davi vai peitar o gigante. Hoje falta gente que zela pelo nome de Deus

Davi não almeja defender sua honra mas a do Deus de Israel

É ali que Davi ouve Golias desafiando Deus, é nesse o momento em que Davi toma a sua decisão. Crer em Deus ou na habilidade de um gigante.

Davi tem que lidar com o medo, não o seu mas de uma nação inteira inclusive do rei. Ele vê uma nação afugentada por medo do melhor dos guerreiros dos filisteus.

O desespero que cria mentiras incita o medo, esconde a verdade.

A nação estava em pânico porque acreditaram nas mentiras de Golias e podemos dizer que seus medos foram piores quando eles descobriram que a única saída para um problema daquele tamanho estava nas mãos de um menino franzino. Quem colocaria a liberdade de uma nação nas mãos de Davi ? Saul colocou.

O desafio foi feito a sorte estava lançada. Os filisteus estavam trocando uma guerra com uma nação por um desafio de homem a homem.

A proposta era boa se não fosse pelo fato de que os filisteus tinham Golias, mas Israel não tinha ninguém.

Saul ouve o desafio de Golias e espera algum soldado valente suficiente para enfrentar o gigante. O problema é que não há noticia de nenhum homem valente capaz de carregar a guerra nas costas então aprece DAVI.

Saul tinha dificuldade de ouvir Deus porque seus ouvidos estavam ocupados ouvindo Golias.

Davi tinha dificuldade de ouvir Golias porque seus ouvidos estavam ocupados ouvindo Deus.

As dificuldades deveriam nos inspirar e nos forçar o crescimento. São as dificuldades que nos forçam a utilizar certas habilidades que não estávamos usando.

As dificuldades nos forçam ver que Deus é a única e a melhor saída que temos.

Veja os inimigos não como falhas de Deus , mas como projetos dele.

Faça Deus aumentar e o Golias diminuir. Receba alguma solução irrevogável do céu.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s