Graça e Obediência

graça e obediencia

Tenho aprendido que a obediência te faz viver em graça, te faz ver que a graça te entende, de uma forma inexplicável exige que ela seja praticada e te instrui exatamente como fazê-lo.
Ser obediente é seguir em frente porque Ele mandou mesmo indo contra o que se sente e o que se quer. A graça alimenta o nosso coração com uma gratidão tão profunda e um amor tão sincero que ser obediente torna-se natural.
A graça alimenta a obediência e a obediência nos faz compreender ainda mais a graça.
A graça nos é dada não somente para sermos perdoados, mas para também perdoar o outro, para orar pelo outro e para olhar o outro com os olhos de Deus.
A obediência é respaldada pela graça porque o nosso ser nunca vai querer obedecer por ser egoísta e possessivo. A graça nos mostra que é possível dividir, crescer, perdoar, seguir em frente.
A graça nos faz respirar fundo e olhar para dentro de nós mesmos, nos faz nos enxergarmos como filhos de Deus, mas também nos faz olhar para os lados e ver que os outros também são filhos, também são amados e são tão dependentes da graça quanto nós.
A graça nos torna obedientes mesmo quando não queremos ser, é ela que quebranta nosso coração e nos dá consolo.
A graça gera intimidade com Deus. Quando compreendemos o quanto fomos perdoados, o quanto nossos pecados castigaram o Mestre e o quanto Ele suportou para que a graça nos alcançasse nos sentimos amados como nunca fomos.
Quando Jesus foi jantar na casa de Simão (Lucas 7:36 a 50 NTLH), uma mulher de “má fama” se aproximou de Jesus e o adorou com o melhor que ela tinha, derramou alabastros nos pés de Jesus, mas mais que isso ela derramou a sua essência em cada lágrima que derramou. Ela deu tudo de si! Naquele momento ela não se importou com onde estava, quem estava lá ou o quanto o fato dela ter “má fama” iria interferir no que as pessoas pensariam dela. Ela compreendeu a graça, compreendeu que foi perdoada, compreendeu que foi muito amada. A compreensão da graça e do amor de Deus gerou nela um ato público de intimidade com o Mestre, mas esse ato só foi publico porque o intimo dela já tinha comunhão com Deus.
A graça gera amor!
A compreensão da graça nos faz ser obedientes em amor, nos faz querer aprender mais de Deus e seguir os seus ensinamentos. Quando Deus nos ensina nos dá uma nova visão sobre as coisas e situações e passamos a compreender melhor que “… que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano. Porque aqueles que já tinham sido escolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho. Ele fez isso para que o Filho fosse o primeiro entre muitos irmãos.”
A graça molda nosso caráter para sermos parecidos com Jesus, Ele foi o maior exemplo de obediência em amor que já se ouviu falar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s