Estrangeiro – Renato Vianna

Isso vai passar bem na sua frente
Mas o que não vê vai durar pra sempre
Posso sorrir, mas não sou completo
Estrangeiro aqui tem o destino certo

Mostra-me pouco tempo que me resta aqui
Desse lado, mostra-me como a vida é curta
E o quanto eu sou frágil
Sou viajante com o pé na estrada
Um visitante com hora marcada
O tudo do mundo pra mim não é nada
Eu não estou em casa

Águia não seria feliz
Se não pudesse voar
O peixe em terra anseia pelo mar
Posso até lembrar momentos felizes
Que tenho passado, mas nada vai se
Comparar ao que o meu Deus tem planejado

Mostra-me pouco tempo que me resta aqui
Desse lado mostra-me como a vida é curta
E o quanto eu sou frágil
Sou viajante com o pé na estrada
Um visitante com hora marcada
O Tudo do mundo pra mim não é nada
Eu não estou em casa

Sou viajante com o pé na estrada
Um visitante com hora marcada
O Tudo do mundo pra mim não é nada
Eu não estou em casa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s