Aline Barros

Primeira Essência- Aline Barros


Composição : Anderson Freire

Estou no meu jardim
tranquei a porta, abri meu coração
Reguei minhas raízes com minhas lágrimas
Gotas de adoração

Senhor, não quero que os meus olhos
Percam o brilho do primeiro amor, por ti
Não quero que em mim se perca
O desejo de te adorar

Vem, Senhor, e me resgata todos os dias
Só pra te adorar
Quero ser teu bom perfume, primeira essência
Jardim particular

Te adoro, te adoro
Vem sobre mim, Senhor
Vem sobre mim, Senhor
Vem sobre mim, Senhor
Vem sobre mim, Senhor
Te adoro, te adoro

Anúncios

Somos livres – Aline Barros

A Igreja celebra a liberdade
Conquistada por Jesus naquela cruz
De fé em fé escreve a história
Por onde passa deixa a marca de Jesus
Vamos fazer com nossas mãos
Obras grandiosas que Deus planejou
Ele sustenta a nossa fé
Somos igreja livre no Senhor

Somos filhos, somos livres
Pra sempre vou viver o extraordinário
Oooo oooo
Construímos pela fé o impossível

Nada pode nos deter
Nada vai prevalecer
Contra os filhos do Senhor
Somos livres
E movidos pela fé
Cremos pra realizar
Grandes coisas no Senhor
Em todo tempo

Ressucita-me – Aline Barros

Mestre eu preciso de um milagre
Transforme minha vida meu estado
Faz tempo que eu não vejo a luz do dia
Estão tentado sepurtar minha alegria
Tentando vê meus sonhos cancelados
Lazáro ouviu a sua voz
Quando aquela pedra removeu
Depois de quatro dias ele reviveu
Mestre não há outro que possa fazer
Aquilo que só o teu nome tem todo poder
Eu preciso tanto de um milagre

Remove a minha pedra
Me chama pelo nome
Muda a minha história
Ressucita os meus sonhos
Transforma a minha vida
Me faz um milagre
Me toca nessa hora
Me chama para fora

Manancial – Aline Barros

Manancial,
Fonte de vida
De onde preciso e quero beber todos os dias
Bem mais que um desejo
Tu És essencial
Pra sustentar a minha vida Senhor Jesus

(Refrão)
Eu tenho sede de Ti
Minh’alma anseia por Ti
Só me satisfaço quando estou junto aos Teus pés
Eu tenho sede de Ti
Minh’alma anseia por Ti
Manancial, única fonte de vida Tu És

Diante da Cruz – Aline Barros

Ó Deus me sondas, conheces-me
Mesmo quando falho, eu sei me amas
Estás presente, a me cercar
Em todo tempo
Eu sei me amas, eu sei me amas

Prostro-me diante da cruz
Vejo o sangue de Jesus
Nunca houve amor assim
Sobre a morte já venceu
Sua glória o céu encheu
Nada irá me separar

Tu és meu guia, meu Protetor
Tua mão me firma, eu sei me amas,
eu sei me amas

Prostro-me diante da cruz
Vejo o sangue de Jesus
Nunca houve amor assim
Sobre a morte já venceu
Sua glória o céu encheu
Nada irá me separar

O véu rasgou, o caminho abriu
Tudo consumado está
E quando tudo, se acabar, estarei seguro
Pois sei me amas, pois sei me amas

Prostro-me diante da cruz
Vejo o sangue de Jesus
Nunca houve amor assim
Sobre a morte já venceu
Sua glória o céu encheu
Nada irá me separar

O véu rasgou, o caminho abriu
Tudo consumado está
E quando tudo, se acabar, estarei seguro
Pois sei me amas, pois sei me amas

Prostro-me diante da cruz
Vejo o sangue de Jesus
Nunca houve amor assim
Sobre a morte já venceu
Sua glória o céu encheu
Nada irá me separar

Sonda-me, Usa-me – Aline Barros

Sonda-me, Senhor, e me conhece, quebranta o meu coração
Transforma-me conforme a tua palavra
E enche-me até que em mim se ache só a ti
Então, usa-me, senhor, usa-me

Como um farol que brilha à noite
Como ponte sobre as águas
Como abrigo no deserto
Como flecha que acerta o alvo
Eu quero ser usado, da maneira que te agrade
Em qualquer hora e em qualquer lugar, eis aqui a minha vida
Usa-me, Senhor, usa-me

Sonda-me, Senhor, e me conhece, quebranta o meu coração
Transforma-me conforme a tua palavra
E enche-me até que em mim se ache só a ti
Então, usa-me, senhor, usa-me

Como um farol que brilha à noite
Como ponte sobre as águas
Como abrigo no deserto
Como flecha que acerta o alvo
Eu quero ser usado, da maneira que te agrade
Em qualquer hora e em qualquer lugar, eis aqui a minha vida usa-me Senhor, usa-me

Sonda-me, quebranta-me
Transforma-me, enche-me, e usa-me, Senhor.