Jovens Torre Forte

Como prometeste – Voz de Muitas Águas

Agita as águas paradas da minh’alma
Me leva com o Teu rio que traz vida
Não tenho as palavras certas a dizer
Pra provocar-te a querer-me mais do que já me queres

Então vem como prometeste
Derrama o Teu Espírito

Invade a minha escuridão aonde me escondo
Me abraça com os Teus braços, com Tua paz Senhor
Me alcança quando me escondo, sim me alcança quando fujo, Senhor
Vem encher minh’alma de amor

Então vem como prometeste, derrama o Teu Espírito
Derrama o Teu Espírito

O Teu amor é como de um pai e de um irmão
Como a garra de um Leão, assim como nenhum outro
Violentamente, persegues e me abraças
Me envolves em quem Tu és

Então vem como prometeste, derrama o Teu Espírito
Derrama o Teu Espírito.

Deserto – Arianne

Eu não preciso transformar
Pedras em pães para provar
Que no deserto Tu estás
Cuidando de mim

De um lugar alto não vou me lançar
Só pra demonstrar o Teu poder
Eu não preciso ver fenômenos para crer em Ti

Não troco nossa comunhão
Pelo prazer de conquistar
Palácios, riquezas
Como um deserto
Isso vai passar
Por isso resistindo estou
E quando minha força se esgotar
O Teu anjo vai me alimentar

Te adorar é o que sustenta-me de pé
Não vou perder a guerra
Te louvar em meio as tentações
É mais que estrategia
Posso não ver o amanhã
Mas hoje sei
Que esse deserto vai chegar ao fim
O Senhor está cuidando de mim

Como seria se você desse uma olhada?

Em tudo dai graças

devocional---em-tudo-dai-graças
por Pr. Uagner Nantes

“Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”
(1 Tessalonicenses 5:18)

Sempre pensamos que este texto fala que devemos dar graças pelo que é bom, sempre lamentando pelo que é mal. O que não percebemos é que esse ambiente em que a gente vive já é um ambiente da graça onde ainda há esperança, onde algo pode ser feito, onde mudanças podem ocorrer. E mesmo que haja pessoas que não venham a se converter, elas podem se tornar gente mais pacífica, mais tranquila, gente mais produtiva, mais eficaz, e isso por causa da graça comum.

Graça comum é essa graça que está sobre toda criação e que explica porque é que gente que não ama a Deus ama seus filhos, porque há pessoas que não amam a Deus, mas têm senso de justiça, ou porque gente que não ama a Deus, tem senso do belo e pode ser virtuosa em seus instrumentos musicais, podem ser poetas literários, brilhantes. Por quê? Se tudo isso é atributo divino? Porque a graça de Deus cobre a terra dando qualidade de vida aos seres humanos, porque qualidade de vida é o que consegue tempo pra nós. E tudo o que nós precisamos é de tempo, pois é preciso haver tempo pra que a missão seja feita, para que o evangelho possa chegar a todo mundo, tempo para preparar a gente pra fazer missão.

Se o mal dominasse todas as relações, o juízo de Deus se precipitaria, pois há uma medida de mal que Deus não tolera, se atingir essa medida, o juízo de Deus se precipita. Então pra que o juízo de Deus não se precipite, tem que haver qualidade de vida. Como nós, em nós mesmos, não podemos tê-la, o Senhor empresta-nos Seus atributos, e é isso que dá qualidade de vida pra pessoas que não amam o Senhor, mas que o Senhor ama, e isso consegue tempo pra humanidade.

Então, quando temos essa compreensão, entendemos que estamos no ambiente da graça de Deus, e nesse ambiente, a gente agradece a Deus em todas as coisas.
Esse versículo não diz “por tudo dai graças”, mas “em tudo dai graças”, não importa em que lugar você esteja, em que situação você esteja, dê graças a Deus; não pelo que está acontecendo, mas pelo que você mesmo pode fazer estando onde está.

Em tudo o que está acontecendo dê graças porque a graça de Deus está atuando e isso significa que situações pode ser mudadas, gente pode ser mudada. A gente pensa assim “mas o sujeito não é do Senhor, então não tem jeito”, essa graça de manutenção não salva, mas mantém com qualidade de vida, para dar tempo pra que a graça especial possa ser derramada também.

Há todo um trabalho de Deus que a gente não percebe, e às vezes a gente não ora com gratidão porque não faz a obra de Deus. Muitas vezes não percebemos a obra de Deus e não percebemos Deus trabalhando na história pra cuidar dos interesses do Reino.
O problema é que nós não acreditamos que a mensagem de Jesus é a melhor coisa que pode ser
feita na história, e que levar a mensagem dEle é o que cura as nações do poder das trevas.

Quantas vezes acreditamos que o mal é todo poderoso, e nos esquecemos que só há um Ser Todo Poderoso no universo que é a Trindade. Tudo o que o mal faz pode ser revertido com o coração, com trabalho, com dedicação, mas acima de tudo com intercessão, com pregação da palavra de Deus, com disposição pra ser agente de Deus onde Deus nos quiser como agentes, pra que a vida triunfe sobre a morte, pra que a luz triunfe sobre a escuridão. Nada é irreversível porque Jesus Cristo venceu a morte, isso é o ambiente da graça: Jesus Cristo, nosso Senhor, venceu a morte, a última palavra é a palavra da ressurreição.

Quando não temos fé na palavra do Senhor, reagimos de modo errado em relação à vida, por isso não conseguimos dar graças em tudo. Imagina se os discípulos tivessem acreditado na ressurreição, você acha que eles iriam se esconder num quartinho? Eles iriam começar a contagem regressiva! A fé faz a gente resistir ao ambiente, por isso as escrituras dizem “Em tudo dai graças”.

Em tudo dar graças não é o mesmo que dizer “agradeça, você sabe que há males que vem para o bem”. Se isso aqui é uma desolação, é porque é aqui que a ressurreição vai aparecer com mais
força e com mais glória e o nome de Jesus Cristo vai ser honrado como nunca foi antes.
Quando o Senhor diz “em tudo dai graças”, na verdade Ele está dizendo “olhe ao seu redor, você não percebeu que tudo está debaixo da minha graça? Não percebeu que isso aqui pode ser movido pela graça? Não percebeu que aqui, ninguém além de Mim dá a última palavra?” Olhe pra onde você está e acredite, aja baseado na sua fé, a fé que lhe foi dada, e proclame “Graças te dou oh Deus! Porque algo vai acontecer aqui!”

É com essa certeza da vitória de Jesus Cristo que a gente anda sempre pra frente e sempre em contagem regressiva “Ele está chegando e eu vou fazer tudo pra que quando Ele chegar, me encontre indo ao encontro dEle”. Isso acontece porque Ele nos encontra fazendo as obras que Ele faria se estivesse em nosso lugar.

Enquanto Ele está trazendo a consumação do Seu reino, nós estamos indo a Ele com tudo o que nós fazemos. Estamos deixando claro pra todo o mundo que o reino de Deus está entre nós, então vai haver justiça por onde nós passarmos, vai haver salvação por onde nós passarmos e vai haver mudança por onde nós passarmos, porque essa é a era da graça de Deus.

“Quão invencível é a graça de Jeová. Nenhuma criatura tem o poder de atrair o homem a Cristo. Exibições, evidências miraculosas, ameaças, inovações são usadas em vão. Somente Jeová pode trazer a alma a Cristo.” (Robert Murray McCheyne.)

Você responderia?

1 caminho e 4 estações

devocional---1-caminho e -4-estacoes
por Andreia R. Vallareto de Souza

Quantas vezes você já se perguntou se está no caminho certo? Quando escolhemos caminhos, eles geralmente são bonitos, com flores e grama nas laterais, árvores grandes fazendo sombra para proteger do sol, fonte de água em um lugar ou outro para matar a sede.

Um daqueles caminhos convidativos em que você diria “ando por toda a vida!”. Geralmente escolhemos um caminho assim quando é primavera na nossa vida. Nos esquecemos que esse mesmo caminho está lá nas outras estações do ano também.

No verão, o sol fica forte, mas o caminho está igualmente belo, as árvores protegem do calor excessivo, a água refresca o suor do rosto, os passarinhos cantam. Tudo continua lindo.

Chega o outono (e eu particularmente AMO o outono), as folhas começam a cair, um espetáculo de cores e sons. No entanto, onde há beleza, também começam a soprar ventos um pouco mais frios. Os mais sensíveis sentem isso como um aviso de que o belo está acabando e dando lugar ao inverno.

É no inverno que somos testados sobre o quanto de vontade temos de continuar no caminho que escolhemos. Não há mais flores, as árvores não protegem mais, a falta de folhas abre espaço para o vento passar forte, gelado e barulhento. Ele faz aqueles assobios que dão medo. O frio nos deixa inquietos, é preciso se mover para se manter aquecido. Parar significa congelar o corpo e muitas vezes a alma.

O frio pode tornar o caminho belo (sim, em tudo há beleza), mas não é confortável continuar caminhando, não é fácil lidar com o corpo implorando pelo calor de um lugar fechado, quente e confortável. Nesse ponto, muitos desistem, acomodam-se no primeiro lugar que lhes dê conforto e aconchego e ficam ali eternamente, esquecem que o inverno passa e simplesmente param de caminhar. Param no meio do que se propuseram a fazer.

É aí que a gente perde o foco, sai da linha, cai, erra, desiste. Geralmente é aqui que nos perguntamos se estamos no caminho certo, e às vezes até nos conformamos com uma choupana na beira do caminho apenas para não continuar. Esquecemos que os invernos passam e a primavera sempre volta.

Em que ponto do caminho você está?

Todos passaremos por todas as estações repetidas vezes na vida, elas estão aí para nos ensinar que nem tudo é sol e brisa. Curtimos o verão, nos divertimos! Mas é o inverno que testa o quão perseverante somos. No inverno a gente cresce.

Em que ponto do caminho você está? Parou para descansar um pouco? Não esqueça de voltar a caminhar! Os pés podem estar cansados, descanse, mas não pare.

O amor é um caminho e muitas vezes desistimos nas decepções e nos acomodamos num mundo fechado apenas para não sentir mais frio. Continue, tente, persista! Logo logo chega a primavera novamente, as flores, o ventinho fresco e o sol quentinho deixando tudo mais bonito!

Você está ouvindo? São os pássaros te convidando a continuar caminhando, eles cantarão durante todos os dias da sua jornada.

Intimidade

Vem novidade por ai!

intimidade----blog