Morte

Divinamente Humano

 

“Lembre-se de Jesus Cristo, ressuscitado dos mortos, descendentes de Davi.” 2 Timóteo 2:8

Em uma carta escrita enquanto ouvia sendo afiada a lâmina da espada que iria cortar sua cabeça, Paulo pediu a Timóteo: “Lembre-se de  Jesus Cristo, ressuscitado dos mortos, descendente de Davi…”

Lembre-se do morto chamado de sua tumba com um sotaque de galileu. Lembre-se dos olhos de Deus que enxugam as lágrimas humanas. E, principalmente, lembre-se desse descendente de Davi que venceu a morte.

[Max Lucado]

Ele deu Seu sangue

“Pois é impossível que o sangue de touros e bodes tire pecados.” Hebreus 10:4

Os sacrifícios podem oferecer soluções temporárias, mas somente Deus pode oferecer a eternidade.
E foi o que ele fez.
Por baixo dos escombros de um mundo em queda, Ele colocou suas mãos. Nos restos de uma humanidade em colapso, ele abriu uma ferida em Si mesmo… ele deu Seu sangue.
Era tudo o que tinha.

[Max Lucado]

Devocional: Nunca Mais

“O mesmo Senhor descerá do céu com alarido.” I Tessalonicenses 4:16

Você já se perguntou o que será esse alarido? Será uma palavra inaugural do céu. Será a primeira mensagem audível ouvida do céu. Será a palavra que encerrará uma era e inaugurará uma nova era.

Eu acho que sei o que será esse alarido. Eu posso muito bem estar errado, mas acho que a proclamação que porá um fim nas dores da terra e dará início às alegrias do céu serão duas palavras: “Nunca mais”.

O Rei dos reis levantará a sua mão perfurada e proclamará: “Nunca mais”.

Os anjos se colocarão de pé, e o Pai dirá: “Nunca mais”.

Toda pessoa que vive e que já viveu se voltará para o céu e ouvirá Deus anunciar: “Nunca mais”.

Solidão nunca mais.
Lágrimas nunca mais.
Morte nunca mais.
Tristeza nunca mais.
Choro nunca mais.
Dor nunca mais.

[Devocional de autoria do Pr. Max Lucado, extraído do livro “Quando os Anjos silenciaram”]

 

Devocional: A Hora Sexta de uma Sexta-Feira

“Verdadeiramente, este era o Filho de Deus” – Mateus 27:54

Para o observador casual as horas sextas são comuns…
Deus está em uma cruz. O criador do universo está sendo executado.
Cuspe e sangue estão empastados em suas faces, e seus lábios estão rachados e inchados. Espinhos rasgam o seu couro cabeludo. Seus pulmões gemem de dor. Suas pernas estão atadas com caimbras. Nervos retesados ameaçam estalar quando a dor faz ressoar a sua mórbida melodia. No entanto, a morte não está pronta. E não há ninguém para salvá-lo, porque Ele está sacrificando a si mesmo.
Não é uma hora sexta normal.. não é uma sexta feira normal.
Deixe-me fazer uma pergunta a você: O que você faz com aquele dia na história? O que você faz com as suas reivindicações?
Se isso realmente aconteceu… se Deus realmente exigiu a sua própria crucificação… se Ele realmente virou as suas costas para o seu próprio Filho.. aquela hora sexta não foi uma hora sexta normal. Ela foi a hora mais crítica da história.

[Devocional de autoria do Pr. Max Lucado, extraído do livro “Seis Horas de uma Sexta-Feira”]

Morte nas mãos de Deus vira vida!

“Deus tem eventos e situações preparados para aqueles que O Amam”. II Reis 4: 38 a 41Em seu percurso periódico Elizeu passa em uma das escolas de profetas, que naquela época era difícil, mantinham-se na mais absoluta simplicidade e pobreza, seus alunos alimentavam-se de sopa de ervilhas silvestres, tão aguda foi a dome, que não houve sequer cuidado em escolher as ervas. (colocíntida venenosa). Havia muita idolatria naquela época, e essa situação física, era o reflexo do que estava acontecendo no espiritual.

Elizeu era um homem que conhecia o coração de Deus, e por conhecer o coração de Deus, sempre estava no meio de problemas a serem solucionados. Em meio a uma construção em uma das escolas de profetas, o machado emprestado escorrega e cai no rio; em outro momento, foi o agente provedor da palavra de Deus a uma viúva, gerando assim um tempo de milagres; purificando uma água ruim… Sempre havia algum problema que o rodeava, e isso, acontecia pela sua capacidade, sensibilidade e fé, por crer em Deus e ter a (mais…)

Da dor ao milagre

Vencer não é apenas se dar bem na vida financeira, profissional, ou emocional, vencer, consiste em cumprir o projeto de Deus. Vencer é saber que vamos morrer e sentir o gosto de dever cumprido, de realização de uma existência que pôde cumprir seu propósito do seu criador. Entender essa vontade é a base do sucesso das nossas vidas. Essa vontade pode doer e machucar no momento, mas nos levara ao plano excelente de Deus para nossas vidas.

Em João 21:1-11, notamos um momento de frustração e de desanimo, que é expressado através de uma vontade e um desejo de voltar aos velhos costumes, e essa é a atitude que costumeiramente temos, sempre que não conseguimos atingir nossos alvos, buscamos um culpado, e olhamos para velhos hábitos e velhos costumes, e muitas vezes até nos acostumamos com as más situações, porque inclusive elas com o passar do tempo nos dão conforto, pois nos habituamos, e temos medo de mudar, pois sabemos que as (mais…)