Obediencia

Graça e Obediência

graça e obediencia

Tenho aprendido que a obediência te faz viver em graça, te faz ver que a graça te entende, de uma forma inexplicável exige que ela seja praticada e te instrui exatamente como fazê-lo.
Ser obediente é seguir em frente porque Ele mandou mesmo indo contra o que se sente e o que se quer. A graça alimenta o nosso coração com uma gratidão tão profunda e um amor tão sincero que ser obediente torna-se natural.
A graça alimenta a obediência e a obediência nos faz compreender ainda mais a graça.
A graça nos é dada não somente para sermos perdoados, mas para também perdoar o outro, para orar pelo outro e para olhar o outro com os olhos de Deus.
A obediência é respaldada pela graça porque o nosso ser nunca vai querer obedecer por ser egoísta e possessivo. A graça nos mostra que é possível dividir, crescer, perdoar, seguir em frente.
A graça nos faz respirar fundo e olhar para dentro de nós mesmos, nos faz nos enxergarmos como filhos de Deus, mas também nos faz olhar para os lados e ver que os outros também são filhos, também são amados e são tão dependentes da graça quanto nós.
A graça nos torna obedientes mesmo quando não queremos ser, é ela que quebranta nosso coração e nos dá consolo.
A graça gera intimidade com Deus. Quando compreendemos o quanto fomos perdoados, o quanto nossos pecados castigaram o Mestre e o quanto Ele suportou para que a graça nos alcançasse nos sentimos amados como nunca fomos.
Quando Jesus foi jantar na casa de Simão (Lucas 7:36 a 50 NTLH), uma mulher de “má fama” se aproximou de Jesus e o adorou com o melhor que ela tinha, derramou alabastros nos pés de Jesus, mas mais que isso ela derramou a sua essência em cada lágrima que derramou. Ela deu tudo de si! Naquele momento ela não se importou com onde estava, quem estava lá ou o quanto o fato dela ter “má fama” iria interferir no que as pessoas pensariam dela. Ela compreendeu a graça, compreendeu que foi perdoada, compreendeu que foi muito amada. A compreensão da graça e do amor de Deus gerou nela um ato público de intimidade com o Mestre, mas esse ato só foi publico porque o intimo dela já tinha comunhão com Deus.
A graça gera amor!
A compreensão da graça nos faz ser obedientes em amor, nos faz querer aprender mais de Deus e seguir os seus ensinamentos. Quando Deus nos ensina nos dá uma nova visão sobre as coisas e situações e passamos a compreender melhor que “… que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano. Porque aqueles que já tinham sido escolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho. Ele fez isso para que o Filho fosse o primeiro entre muitos irmãos.”
A graça molda nosso caráter para sermos parecidos com Jesus, Ele foi o maior exemplo de obediência em amor que já se ouviu falar.

Pré Lançamento: O Curador de Chagas

As mensagens dos 7 Mergulhos de Naamã foram benção pra você?
E se essa benção pudesse ser compartilhada com seus amigos e familiares em forma de presente?
Agora é possível!!!

“O Curador de Chagas” é o primeiro livro do Pr. Uagner Nantes, inspirado na série de mensagens publicadas aqui no blog. O lançamento será na ExpoCristã 2010 em São Paulo, mas você já pode garantir o seu no site da editora (www.jafiaeditora.com.br) com pré-venda exclusiva!!!

Sinopse
O que acontece quando nossa aparência entra em conflito com nossa essência? Quando aquilo que aparentamos não condiz com a nossa real condição é hora de voltar o nosso coração a Deus e permitir que Ele se encarregue de nos ajudar. Mas para isso, muitas vezes teremos que ser vencidos por Ele. Teremos que baixar a guarda, tirar a armadura dos nossos grandes feitos e odebecer a Deus incondicionalmente. Naamã nos ensina que feridas nos afastam de realizações. Por mais vitórias que tenhamos em nossas batalhas, quando nos encontramos com nossa essência então começam os conflitos com nossa aparência. Deus nos programou para sermos felizes, mas chagas têm interrompido momentos de alegria e têm transformado uma vida programada para o sucesso em uma rotina constante de frustração. Esta não é uma história longa, mas traz consigo verdades e ensinamentos que podem nos levar a uma vida mais plena e feliz. Encontre neste livro o caminho mais rápido para se encontrar com omelhor remédio para curar as chagas da vida.

Sobre o Autor
Uagner Nantes é casado com Andreia desde 2001, pastor e ministro de louvor da Igreja Evangélica Ministério Internacional Torre Forte desde 2002. Atua há 10 anos na liderança de jovens e busca ser uma ferramenta últil nas mãos de Deus, sempre com o intuito de formar e ajudar uma geração desesperada pela presença de Deus a encontrar o caminho para o coração do Pai. É também o principal autor deste blog ;).

Os 7 mergulhos de Naamã (7º Mergulho)

II Reis 5:1 a 19

Estamos chegando ao final desse tratamento esquisito, mas poderoso e eficaz. O curioso de tudo isso, é ver que Deus moveu coisas absurdamente desfavoráveis, provando seu poder nas coisas improváveis. O grande comandante do exercito da Síria, coroado durante toda a sua vida com muitas condecorações, honrarias militares e todo o tipo de elogios, mas que era leproso, vê pela primeira vez a única coisa que realmente importava. Sua cura. E não é que a menina escrava tinha razão? O profeta realmente era intimo de um Deus verdadeiro, que mandava fazer coisas esquisitas, mas que em todo tempo provava seu amor.
Esse é o final de uma incrível historia, onde vimos sendo submergidos valores equivocados, tais como o orgulho, a duvida, a vergonha, a falta de perdão, a ansiedade, o cansaço, que a única utilidade é a de nos (mais…)

Os 7 mergulhos de Naamã (6º Mergulho)

II Reis 5:1 a 19
Estamos chegando ao final desse tratamento. Faltam apenas 2 mergulhos.Vencemos o orgulho, a duvida, a vergonha, a falta de perdão, e no ultimo mergulho vencemos a ansiedade, que rouba nossa fé, muda o nosso foco e distorce nossa visão atrapalhando nossa caminhada com Cristo. Não foi fácil chegar até aqui, lutamos muito, principalmente contra nós mesmos. Mas como vimos em cada um desses mergulhos vencemos os maiores desafios de nossas vidas. Desafios que talvez tenhamos que enfrentar futuramente. Porem agora de maneira diferente porque sabemos quais armas iremos utilizar.

Aprendemos nesses dias que a vida com Cristo não nos da imunidade ao sofrimento ou a dor. Porem nos da a certeza que podemos passar o que for, temos um amigo companheiro que caminha conosco em todo (mais…)

Os 7 mergulhos de Naamã (5º Mergulho)

II Reis 5:1 a 19Já afundamos ORGULHO que nos afastava de Deus, a DUVIDA que nos afastava da fé, a VERGONHA que nos impedia de viver coisas mais profundas em. Afundamos a FALTA DE PERDÃO que nos impedia de viver um futuro melhor. Aprendemos que o plano de Deus é nos fazer verdadeiramente livres e que a salvação que Jesus oferece é total.

Acima de tudo aprendemos que servir a Cristo nos leva a ter um censo de responsabilidade em relação a nossa vida e em relação a vida de outros. Ou seja, graças ao amor de Cristo, recebemos uma nova consciência de que tipo de vida ganhamos. Cristo nos ajuda a enxergar como os tipos de escolhas na nossa vida podem afetar, não somente a nós, mas as nossas próximas gerações. Servir a Cristo evita de termos (mais…)

Os 7 mergulhos de Naamã (4º Mergulho)

É obvio que sem Deus e sem a coragem do profeta de liberar a palavra sobre Naamã a cura não aconteceria.

II Reis 5:1 a 19

No 1º mergulho Deus afunda de uma vez o ORGULHO do grande comandante,

No 2º mergulho, ele vence a DUVIDA. .

No 3º mergulho Naamã vence a VERGONHA. Ele aprende mais do que nada, que para alcançar o milagre temos que nos expor a vontade de Deus, sem medo de correr riscos. Ele já não tinha mais nada a perder, a única coisa que lhe sobrava era obedecer de uma maneira extravagante.

É obvio que sem Deus e sem a coragem do profeta de liberar a palavra sobre Naamã a cura não aconteceria.
Porem sem a incrível informação de uma menina que era sua escrava isso já mais aconteceria. Aquela menina israelense era prisioneira de guerra e foi trabalhar na casa de Naamã. Além de ser serva do general, (mais…)

Os 7 mergulhos de Naamã (3º Mergulho)

Naamã era grande perante os outros. Tinha autoridade, posição, títulos, riqueza, poder e glória humana, “porém leproso”. O “porém” desvaloriza tudo o que foi dito antes.II Reis 5:1 a 19

O homem Naamã – Aparência x essência

Naamã era grande perante os outros. Tinha autoridade, posição, títulos, riqueza, poder e glória humana, “porém leproso”. O “porém” desvaloriza tudo o que foi dito antes. Na intimidade ele sabia que era um enfermo. Suas roupas militares eram bonitas, talvez repletas de medalhas, mas, por baixo delas, sua carne apodrecia.

Naamã era um homem de guerra e, através de seu comando, a Síria se tornou um grande país. Mas a lepra o impediu de desfrutar tudo aquilo que conquistou. Ele tinha tudo, mas não tinha nada. A pior coisa na vida de (mais…)